Matérias mais recentes - Todas as seções

Diário Oficial da União

Publicado em: 26/11/2018 | Edição: 226 | Seção: 1 | Página: 220

Órgão: Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais/Conselho Regional de Enfermagem do Piauí/CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM - COREN-PI

DECISÃO Nº 24, DE 27 DE ABRIL DE 2018

Dispõe sobre a implantação da Ouvidoria no COREN-PI.

A Presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Piauí - COREN-PI, em conjunto com a Secretária da Autarquia, no uso de suas atribuições legais e regimentais;

CONSIDERANDO o art. 37 da Constituição Federal que determina que a administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá, dentre outros, ao princípio da eficiência;

CONSIDERANDO a Lei 5.905/73, que dispõe sobre a criação dos Conselhos Federal e Regionais de Enfermagem e dá outras providências;

CONSIDERANDO o Regimento Interno desta Autarquia, aprovado pela Decisão COFEN nº 060/2013;

CONSIDERANDO, o disposto no art. 18, inciso I, do Regimento Interno do COREN - PI, que autoriza o Conselho Regional de Enfermagem do Piauí baixar Decisões e demais instrumentos legais no âmbito da Autarquia;

CONSIDERANDO que, em se tratando de autarquia pública, tem a função de promover a coparticipação da sociedade com vistas a controlar e subsidiar suas ações,

garantindo maior transparência de suas ações no Sistema COFEN/Conselhos Regionais;

CONSIDERANDO a RESOLUÇÃO COFEN Nº 573/2018, que institui a Controladoria-Geral das atividades administrativas do Conselho Federal de Enfermagem, e dá outras providências, mormente o disposto no art. 11, § 3°, que normatizou as funções da Ouvidoria;

CONSIDERANDO deliberação do Plenário em sua 521ª Reunião Ordinária, realizada em 27 de abril de 2018. decidem:

Art. 1º - Instituir a Ouvidoria do COREN - PI, objetivando colaborar para o aperfeiçoamento e a melhoria dos padrões e mecanismos de transparência, agilidade, eficiência, comunicação, segurança dos serviços e das atividades desenvolvidas pela Autarquia;

Art. 2º - Compete à Ouvidoria do COREN - PI: I - promover a coparticipação da sociedade na missão de controlar a Administração Pública, garantindo maior transparência das ações no Sistema COFEN/Conselhos Regionais; II - receber, registrar e analisar as sugestões, reclamações, críticas, elogios, informações e esclarecimentos a respeito do funcionamento e dos serviços prestados pelo COREN - PI, propondo ao Controlador as medidas cabíveis; III - receber, analisar e identificar a pertinência das solicitações, localizando a área competente e requisitando esclarecimentos e soluções aos usuários; IV - elaborar relatórios semestrais e anuais sobre as atividades da Ouvidoria, encaminhando-os ao Controlador; V - responder ao cidadão e aos demais interessados, ágil e objetivamente, os resultados das demandas encaminhadas à Ouvidoria, incluídas as providências adotadas; VI - propor ao Controlador, ações visando ao aperfeiçoamento e à eficiência dos serviços prestados; VII - manter controle, acompanhar e requisitar das unidades competentes informações sobre as providências adotadas quanto às demandas registradas na Ouvidoria; VIII - implementar programas e ações que visem assegurar um canal eficaz de comunicação com a sociedade; IX - propor a realização de seminários e cursos sobre assuntos relativos ao controle social, tendo em vista as demandas recebidas; X - divulgar os serviços prestados pela Ouvidoria, os resultados alcançados, as formas de acesso, além de sua importância como instrumento de controle social; XI - verificar se o processo anteriormente assinalado se encontra devidamente retificado e aprimorado, prestando todas as informações às instâncias superiores.

Art. 3º - Esta decisão entra em vigor na data de sua assinatura, revogadas as disposições em contrário.

Tatiana Maria Melo Guimarães

Conselheira Presidente

Amanda Lúcia Barreto Dantas

Conselheira Secretária

Este conteúdo não substitui o publicado na versão certificada.