Voltar

PORTARIA No 841, DE 4 DE SETEMBRO DE 2017

Autoriza a sociedade estrangeira Ruag Indústria e Comércio de Munições Ltda. a funcionar no País.

-

PORTARIA No 841, DE 4 DE SETEMBRO DE 2017

Autoriza a sociedade estrangeira Ruag Indústriae Comércio de Munições Ltda. afuncionar no País.

O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA CASA CIVIL

DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição quelhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso IV, da Constituição,tendo em vista o disposto no art. 1.134 e art. 1.135 da Lei nº 10.406,de 10 de janeiro de 2002 - Código Civil, no art. 64 e art. 65 doDecreto-Lei nº 2.627, de 26 de setembro de 1940, e no art. 1º doDecreto nº 8.803, de 6 de julho de 2016, e de acordo com o queconsta do Processo nº 64536.015883/2017-43 do Comando do Exército,resolve

Art. 1º Fica autorizada a sociedade estrangeira Ruag Indústriae Comércio de Munições Ltda. a funcionar no País, nostermos desta Portaria.

Art. 2º Na hipótese de os insumos nacionais serem reprovadospor baixa qualidade, a empresa deverá desenvolver e capacitarfornecedores nacionais que atendam à qualidade exigida, de formaque os bens finais sejam produzidos no País.

Parágrafo único. A importação de insumos fica condicionadaà autorização da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados doComando Logístico do Comando do Exército, observado o prazo doplano de nacionalização para a produção dos componentes.

Art. 3º Os preços dos produtos da empresa não serão fixadosabaixo do custo médio de produção e deverão ser compatíveis com ospraticados no mercado.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ELISEU LEMOS PADILHA

PDF Versão certificada em PDF

Imprimir Imprimir

Publicado em: 05/09/2017 | Edição: 171 | Seção: 1 | Página: 14

Órgão: Presidência da República/CASA CIVIL

PORTARIA No 841, DE 4 DE SETEMBRO DE 2017

Autoriza a sociedade estrangeira Ruag Indústriae Comércio de Munições Ltda. afuncionar no País.

O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA CASA CIVIL

DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição quelhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso IV, da Constituição,tendo em vista o disposto no art. 1.134 e art. 1.135 da Lei nº 10.406,de 10 de janeiro de 2002 - Código Civil, no art. 64 e art. 65 doDecreto-Lei nº 2.627, de 26 de setembro de 1940, e no art. 1º doDecreto nº 8.803, de 6 de julho de 2016, e de acordo com o queconsta do Processo nº 64536.015883/2017-43 do Comando do Exército,resolve

Art. 1º Fica autorizada a sociedade estrangeira Ruag Indústriae Comércio de Munições Ltda. a funcionar no País, nostermos desta Portaria.

Art. 2º Na hipótese de os insumos nacionais serem reprovadospor baixa qualidade, a empresa deverá desenvolver e capacitarfornecedores nacionais que atendam à qualidade exigida, de formaque os bens finais sejam produzidos no País.

Parágrafo único. A importação de insumos fica condicionadaà autorização da Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados doComando Logístico do Comando do Exército, observado o prazo doplano de nacionalização para a produção dos componentes.

Art. 3º Os preços dos produtos da empresa não serão fixadosabaixo do custo médio de produção e deverão ser compatíveis com ospraticados no mercado.

Art. 4º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

ELISEU LEMOS PADILHA

Este conteúdo não substitui o publicado na versão certificada (pdf).
Facebook Google plus Twitter WhatsApp Linkedin